Blogia
A Comunicação Organizacional e os Recursos Humanos

Pescadores, comorões e chefes

http://www.rh.com.br/ler.php?cod=4239&org=9 Comorão é uma ave imortalizada numa fábula chinesa envolvendo pescadores e pescaria. A história relata como alguns pescadores executam essa tarefa, a saber: ao saírem para pescar, levam a bordo uma quantidade significativa de famintos comorões. As aves são levadas presas por uma linha forte e recebem por adereço uma vistosa argola no pescoço. Tão logo os barcos chegam aos locais escolhidos e ante a excitação das aves, os pescadores imediatamente afrouxam a linha e elas freneticamente mergulham, capturando os peixes. Cada vez que um comorão apanha um deles, a linha é puxada e a ave é firmemente segura pela argola e recolhida. Os pescadores, em ato contínuo, apertam-lhes o pescoço, sem esganá-las, para que os peixes sejam expelidos garganta afora. Peixe recolhido, ciclo reiniciado: pássaros mergulhando e ação imediata dos pescadores. Quanto mais famintos mais mergulhos, mais peixes.

Usando a história dos comorões como metáfora organizacional logo perceberemos que as atitudes dos pescadores para com as aves encontram similaridade com alguns comportamentos de algumas chefias. Quem, em sã consciência, nunca ouviu uma história assemelhada às atitudes dos pescadores, protagonizadas por algum chefe? Quem ainda não se percebeu realizando uma tarefa, dando sugestões "capturadas" por um superior e, em seguida, colocadas como de mote próprio? Quem nunca se sentiu tolhido nas suas habilidades e conhecimentos passando a realizar tarefas frustrantes?(...) Márcia Mª Accioly Brelaz de Castro

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres.

0 comentarios

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres