Blogia
A Comunicação Organizacional e os Recursos Humanos

motivação nas empresas

Motivação. Este é um assunto muito comentado, discutido e questionado. Como por exemplo: No campo da psicologia clínica, quando se estudam as doenças como a depressão e o Transtorno Afectivo Bipolar (oscilação entre a depressão e a euforia); Na educação, voltada para os processos de aprendizagem; Na vida religiosa, quando se tenta compreender o que motiva alguém a ter fé numa determinada crença; E, nas organizações, procurando obter um maior rendimento dos profissionais que formam o quadro de uma empresa.
A nível das empresas, com a globalização, o aumento da competitividade entre as mesmas e os custos de contratação e formação, criou-se uma excelente ocasião para se obter o melhor do potencial dos funcionários. Mas, como é que se pode conseguir algo assim? A resposta para esta questão é demasiado simples quanto complexa, estes devem estar motivados. Essa motivação, começa com um único princípio: entender/compreender o indivíduo que queremos motivar.
A competitividade e a lucratividade das empresas, não está a ser decidida pelas máquinas utilizadas, pelas tecnologias empregues ou pelas capacidades de produção, mas sim pelas pessoas que trabalham nas empresas.
Assim, a questão da motivação ganhou uma importância tal, que levou as empresas a estudar meios para conseguir que todos os seus funcionários se mantenham motivados durante a execução do seu trabalho.
Mas fazê-lo, não é assim tão simples, pois ainda não se encontrou uma fórmula para motivar todos os elementos dentro de uma organização. Esta tarefa tem sido uma das mais estudadas e diagnosticadas por especialistas do ramo da psicologia e administração.
A complexidade existente na motivação individual, encontrada ao nível da realização pessoal do viver com maior intensidade o momento presente, a satisfação das necessidades e os desejos naturais, a adequação ao meio em que se vive, as condições orgânicas, a educação e os factores psíquicos, determina a quantidade e a qualidade em empreender qualquer tipo de tarefa pelo ser humano. O nível de motivação grupal é o resultado das motivações individuais no sentido colectivo funcional adaptado ao meio e à cultura organizacional.
Existem algumas teorias clássicas, além de outras tantas mais actuais, que tentam explicar ou mostrar como é que a Motivação surge. De entre as clássicas, destaco a de Maslow e a de Herzberg, que serão apresentadas mais à frente neste Artigo Científico.
MOTIVAÇÃO NAS EMPRESAS ROBERTO J. L. F. ESTORNINHO - BRAZILIAN OPEN UNIVERSITY - BOU
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres.

1 comentario

Jordan 11 -

A man should have both courage and perseverance.
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres