Blogia
A Comunicação Organizacional e os Recursos Humanos

Morreu o homem, viva o escritor

"Não me interessam os jogos pouco florentinos sobre o homem politicus que fez saneamentos políticos e também, foi por isso, bestamente atacado na única dimensão em que devia ser elevado: a da estética na língua portuguesa.
Saramago não foi um escrevinhador sem vírgulas. Foi um grande escritor e o único Prémio Nobel Português dos últimos cinquenta anos.
Se respondeu com amargura de criança birrenta à indigna posição dum Governo que não distinguia a essência do acessório, isso não ajuda a fazer dele um grande homem mas não lhe retira uma onça de autoridade criativa lusitana. Viva José Saramago sempre!  (...)" José Carlos Couto Soares in Ciclóstomo
A Flor Máis Grande do Mundo (José Saramago)

1 comentario

daniel3 -

gracias, me encantó la flor más grande del mundo
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres