Blogia
A Comunicação Organizacional e os Recursos Humanos

“Low profile” ou “no profile”

"Queixava-se há uns tempos um dos meus “coachees” que se sentia desvalorizado na empresa por ser “low profile”. Expliquei-lhe que existe uma grande diferença entre ser-se “low profile” ou ser-se “no profile”. Ser-se discreto (low profile) não tem nada de negativo...nem de positivo. Não é defeito, é feitio. Já ser-se passivo (no profile), isso sim, poderá ser um problema para a felicidade e saúde dos próprios e para a eficácia das suas organizações.(...)" José Bancaleiro, in Sol, edição de 13 de Maio de 2011 Fonte: dashofer

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres.

0 comentarios

¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres
¿Y esta publicidad? Puedes eliminarla si quieres